Por Renato Bastos

6 DE AGOSTO 2020

 

 

 

O ambiente e a animação na PISTÃO continua em alta, com 22 inscritos, apesar de só 16 aparecerem na foto

Hugo Carvalhido reforça liderança em estreia de novo modelo competitivo

O último sábado de julho marcou a visita da LPT ao centro do país. Em Vila Nova de Paiva, paragem pouco típica dos “campeonatos do norte”, apresentaram-se 22 pistonianos. Com uma frota limitada a 20 karts com cronometragem, foi estreado novo modelo competitivo em formado ABC. Com a distribuição dos pilotos por 3 grupos distintos, foram realizadas 3 mangas de corrida (AB, BC e AC), cada qual com a sua sessão de qualificação.

Na qualificação da manga AB, Hugo Carvalhido faz a pole, marcando o melhor tempo de todas as sessões de qualificação (57.492s). No entanto, logo no arranque, Rui Almeida assume a primeira posição. Conduzindo um kart com mais ponta do que Hugo Carvalhido, a liderança raramente foi colocada em causa. Para os restantes lugares do pódio a luta foi animada: o estreante António Mota (português há muitos anos radicado em França e com um grande histórico SWS) surpreendeu tudo e todos aguentando-se taco a taco com Carvalhido (+0.982s), fechando a corrida no lugar mais baixo do pódio (+1.105s) e com aquela que seria a VMR desta ronda (57.513s). 

Na manga BC entrou em ação o campeão Gustavo Gonçalves e, esticando a máquina que lhe calhou em sorte, deu uma “aviadela” à concorrência tanto na qualificação como na corrida. Ao cabo das 16 voltas, o regressado (e triplo campeão LPT) Pedro Soares terminou a 7.792s, seguido de Rui Almeida (+8.744s).

Para fechar a manhã, entraram em ação os grupos A e C. Gustavo Gonçalves repetiu a pole conseguida na manga anterior. Com muitas trocas de liderança durante as primeiras voltas, ao terço de corrida, Hugo Carvalhido chegou à frente da corrida e não mais a largou. Na mesma volta que Gustavo Gonçalves perde a liderança, este vê-se também ultrapassado por Jorge Meireles. À espreita do pódio esteve também Luís Cunha, tendo estes três pilotos terminado a prova separados por meio segundo. Jorge Meireles carimbou o seu melhor desempenho na LPT com P2 (+2.159s) e Gustavo Gonçalves fechou esta manga em P3 (+2.257s).

Com 6 pontos de vantagem sobre Rui Almeida e Gustavo Gonçalves (ambos com 41 pts), Hugo Carvalhido (47 pts) reforçou a liderança do campeonato individual – Carvalhido 138 pts, Almeida 110 pts e Gonçalves 107 pts. Por equipas, nova dose de Gonçalves/Carvalhido (88 pts), seguidos de Almeida/Meireles (71 pts) e Bastos/Ribeiro (35 pts). Na geral, o fosso é cada vez mais acentuado, liderando Gonçalves/Carvalhido (245 pts) à frente de Almeida/Meireles (187 pts) e Bastos/Ribeiro (79 pts).

A típica pausa de férias de verão este ano perde esse estatuto. Manteremos a competição no dia 23/agosto, com a primeira visita ao KIVI e à nossa bem conhecida frota Parolin/Yamaha.

Renato Bastos

 

 

 

Corrida AB 

 

Corrida BC  

 

Corrida AC  

 

                              Apesar de segundo no campeonato, só agora Rui Almeida se estreou a vencer na edição 2020 da Pistão e logo sobre o líder!

 

Gustavo Gonçalves aproveitou da melhor maneira  a superior qualidade do seu kart para vencer a segunda manga

 

O líder Hugo Carvalhido marcou novamente o ponto ao vencer a última manga em disputa com grande autoridade

 

A última manga foi particularmente disputa entre Carvalhido (50), Jorge Meireles (43), Gustavo Gonçalves (42) e Luís Cunha (45)

 

CLASSIFICAÇÂO por equipas da LIGA PISTÃO

 

 

<< Clique aquipara escrever aos ASES