por Rui Almeida

4 DE NOVEMBRO 2010

ACTUALIZADO EM 7/NOVEMBRO

ACTUALIZADO EM 9/BOVEMBRO

ACTUALIZADO EM 11/NOVEMBRO

 

AS CONTAS DA TIT

...e do título

 

Os Ases entraram na recta final e por isso está na hora de apresentar os pilotos que ainda têm possibilidades de lutar por um objectivo material da época – a presença na TIT 2011 e/ou o título de campeão dos ASES.

A época foi mais uma vez muito competitiva e prova disso é o facto de podermos encontrar fora do “top ten”, pilotos que chegaram ao pódio e inclusivamente que ganharam corridas!

Mas o troféu dos ASES exige presença e consistência de resultados e por isso a uma prova do fim, só nove pilotos podem atingir o “grande” objectivo da época – a presença na TIT 2011. Depois deste objectivo temos ainda o pódio final e… o CAMPEÃO 2010.

Durante os próximos dias, vamos apresentar por ordem decrescente da classificação do campeonato esses pilotos, partindo do pressuposto que os seis primeiros classificados terão presença garantida na TIT 2011.

O local da TIT ainda não está confirmado, mas tudo aponta que desta vez, volte a realizar-se no norte e num grande palco do Karting nacional. O número de pilotos por grupo depende da dimensão da frota e naturalmente do número de grupos presentes.

JORGE MEIRELES:

O nono classificado do campeonato é Jorge Meireles.

Meireles é um dos mais antigos ASES em actividade e na última prova do ano, transformar-se-á em mais um centenário do troféu.

Estreou-se em 2001 e desde então tem sido presença regular nos ASES.

Nunca venceu, mas esteve perto disso mais do que uma vez. Ainda assim, tem 8 presenças no pódio, 6 das quais no segundo lugar.

Foi piloto oficial pelos ASES na 4ªedição da Taça Inter-Troféus, referente à época 2005, mas comemorar 100 corridas entre os ASES com nova presença na TIT, seria ouro sobre azul. Mas a possibilidade de isso acontecer é muito ténue.

Teve uma boa primeira metade da época e a dada altura parecia caminhar para uma presença garantida. Dois pódios e um bom conjunto de resultados davam essa indicação, mas depois da ausência na quinta prova, Meireles não podia falhar… e falhou.

Em Guimarães e depois no Cabo do Mundo, as coisas não correram de feição e agora as suas possibilidades são meramente matemáticas, uma vez que Meireles terá de ganhar as duas corridas e esperar que os 3 pilotos à sua frente na classificação tenham maus resultados nas duas mangas!

A título de exemplo, a Hernani Leite que é o sexto classificado, basta-lhe um oitavo lugar numa das duas mangas para deixar Jorge Meireles fora da TIT e se Hernani falhar ainda estão mais dois pilotos com melhores resultados que também têm de falhar. Realisticamente falando, é difícil… mas não é impossível.

DAVID GOMES:

Depois de Jorge Meireles temos David Gomes e aqui sim, entramos no grupo dos pilotos a considerar efectivamente com possibilidades.

Gomes também já é um veterano dos karts, mas não dos ASES.

De qualquer maneira estreou-se em 2007 com um feito reservado a muito poucos pilotos – ganhar na estreia!

Desde então já participou em 42 corridas tendo subido ao pódio por 6 vezes e ainda alcançou uma melhor volta em corrida e duas em treinos.

Ao contrário de Jorge Meireles, Gomes não é candidato que os seus adversários possam menosprezar. De tal forma que num cenário de dupla vitória, João Araújo, o quinto classificado tem de se cuidar.

Para David Gomes, as contas a fazer são muito mais “rebuscadas” e muitos cenários são possíveis, inclusivamente Gomes pode ultrapassar os seus dois adversários directos, ficando atrás numa das duas corridas.

Ainda assim realisticamente falando, depois de Meireles, David Gomes é o que menos hipótese tem de lá chegar, na medida em que depende do resultado de dois pilotos e por isso mesmo, se quer ganhar percentagem, convém ficar à frente de Rukyman e Hernani Leite.

RUKYMAN:

Segue-se então a jovem promessa dos Ases – Rui Almeida, mas o Júnior, aquele que de facto motivou o surgimento da alcunha “The Rukyman”!

Depois de um ou outro ensaio noutros troféus, o Rukyman lá se estreou nos Ases em 2008 com apenas 13 anos. Foi num dia muito chuvoso e as coisas não correram nada bem, pois todos os matreiros do pelotão mais a sua “ronha”, trataram de lhe fazer a caminha.

Mas na jornada seguinte, o Ruky mostrou que tinha potencial para crescer e alcançou a sua primeira vitória no mais difícil troféu amador de karts que se disputa aqui no norte. Até hoje já participou em 24 corridas, tendo chegado ao pódio por 7 vezes, 3 das quais no lugar mais alto.

Este ano e pela primeira vez, está a fazer o troféu completo e podemos considerá-lo, dentro do grupo dos que não têm a presença na TIT garantida, o que mais possibilidades de lá chegar.

A época não começou muito bem para o Rukyman, pois a sua imaturidade roubou-lhe alguns resultados importantes. Mas o Ruky cresceu e aprendeu à sua custa (e rapidamente!) e a segunda parte do troféu, mostrou outro piloto que está agora em excelente posição de ser piloto oficial na TIT.

Matematicamente ainda pode chegar ao quarto lugar e para isso nem precisa de chegar ao pódio, mas na prática é objectivo complicado.

Olhando exclusivamente para a presença na TIT, o facto de num total de 420 pontos disponíveis, poder aproveitar 300 contra 200 de Hernani Leite, dá-lhe alguma margem e colocará inclusivamente João Araújo em alerta para não ser surpreendido.

HERNANI LEITE:

Para Hernani Leite, a presença na TIT em 2011 seria como que um prémio carreira para um piloto que é um ás com um A muito grande e está no grupo desde a primeira hora. É um dos três sobreviventes de 1997!

Hernani Leite sempre demonstrou ao longo dos anos bom andamento, aliás espelhados nas suas estatísticas pessoais – 1 vitória, vários pódios, duas polés e duas melhores voltas. No entanto e mais recentemente, alguma dieta alimentar, associado a uma maior dedicação alteraram para melhor a sua presença em pista.

2010 está a marcar a sua melhor época de sempre, na qual mostrou andamento para estar mais tranquilo nesta altura. Infelizmente as corridas nem sempre são como nós queremos e por isso Leite terá de fazer ainda um pequeno grande esforço para garantir a presença na TIT.

A sua grande preocupação está atrás e não à frente, embora na eminência de um bom resultado, os dois pilotos à sua frente podem ser ultrapassados.

Acima de tudo e assumindo que os pilotos irão fazer os seus resultados normais, Leite terá de ficar à frente de Rukyman pelo menos com dois pilotos pelo meio de maneira a compensar os resultados que irá deitar fora.

JOÃO ARAÚJO:

Esperava-se mais de João Araújo, o piloto que se segue.

Araújo é um piloto extraordinariamente rápido, aliás o seu currículo nos ASES é dos melhores que o grupo tem e fala por si:

Treze vitórias dizem tudo, mas os muitos pódios - quase metade das corridas que disputou, bem como as melhores voltas em treinos e corridas reflectem a rapidez do seu andamento.

No entanto a característica mais saliente de Araújo, é a limpeza e principalmente a sua lealdade em pista.

Araújo não é um piloto de “ir à guerra” e talvez por isso não tenha ido mais longe nos seus melhores resultados.

Esta época falhou uma presença e isso implica que não se falhe nos resultados, ou seja, resultados mais fracos acabam por penalizar.

Ainda assim, Araújo obteve três pódios, um dos quais no lugar mais alto e algumas boas exibições.

Relativamente às contas do título, já não tem hipóteses, nem mesmo para o pódio final  e por isso, basicamente só precisa de se precaver com quem vem atrás.

TIAGO MARTINHO:

Tiago Martinho é quase um Rookie nos ASES.

Teve uma presença isolada em 2005 e atacou o nosso torneio este ano.

Apesar disso, Martinho é tudo menos um Rookie. Trata-se de um consagrado piloto de karts e de automóveis com muitas vitórias em diferentes categorias e naturalmente com muita experiência.

Por isso mesmo, não foi surpresa para ninguém, a réplica que deu a Luís Vaz no nosso torneio na primeira metade do ano.

Aí, Martinho foi quase demolidor – 4 vitórias e apesar de uma ausência, parecia caminhar rumo ao título.

No entanto a segunda metade foi tudo menos normal, com muitas infelicidades a deixá-lo fora do caminho do título.

A TIT está praticamente garantida, só mesmo um imponderável muito estranho lhe tiraria essa presença, mas está fora do título e só lhe resta mesmo lutar pelos dois outros lugares do pódio. Para esses, as suas possibilidades são bem reais.

AIRES AZEVEDO/

RUI ALMEIDA:

E chegamos aos três primeiros.

Propositadamente colocamos Aires Azevedo e Rui Almeida lado a lado, já que o que for dito para um, é válido para o outro! É que lado a lado, é como os pilotos têm andado a época toda!

Aires Azevedo é um dos veteranos dos ASES e também um dos mais destacados e experientes do grupo, com um bom palmarés.

Foi piloto oficial Ás na TIT por três vezes e começou muito bem na sua estreia em 2006, quando fez parte da equipa que esmagou a concorrência numa vitória clara do nosso torneio.

Quanto a Rui Almeida, para além de ser o mais antigo Ás em actividade, é a par de Aires Azevedo, também um dos mais experientes e também de grande curriculum.

As hipóteses de chegarem ao título são... nulas ou seja, para chegarem ao título, terão de vencer e esperar que Luís Vaz fique abaixo do sexto lugar nas duas corridas. Milagres podem acontecer, mas não é muito provável.

LUÍS VAZ:

Finalmente o nosso actual Campeão ou melhor, o nosso actual penta-campeão!

Luís Vaz é sem margem para dúvidas o Senhor ASES PELOS ARES, mas não só. É um dos melhores pilotos nacionais neste tipo de karts e em 2010 alcançará provavelmente o sexto título de campeão no mais competitivo troféu do género que se organiza no norte de Portugal. É de longe o piloto com melhor palmarés no nosso grupo e a sua presença em qualquer prova ou equipa é garantia de sucesso. Se um kart não andar com Vaz ao volante, certamente não anda com mais ninguém!

E para se tornar campeão novamente, não terá de fazer um esforço muito grande. Se um dos dois adversários anteriores ganhar as duas mangas, um quinto mais os pontos extras devem chegar, mas se esse piloto fizer muitos pontos extra, provavelmente bastará um terceiro ou quarto lugar para arrumar com as veleidades alheias.

Em resumo:

As lutas vão-se centralizar na obtenção do segundo lugar do campeonato - Rui Almeida versus Aires Azevedo e saber quem acompanhará Luís Vaz, Rui Almeida e Aires Azevedo à TIT 2011.

Tiago Martinho e João Araújo estão praticamente garantidos, enquanto que Rukyman, Hernani Leite e David Gomes lutarão pelo lugar que sobra. Quanto a Jorge Meireles, será muito provavelmente o fiel da balança!

Sábado já saberemos.