por Rui Almeida

 

 

29 DE ABRIL 2009

 

 

 

 

 

ASES em grande

Ventilnorte vence jornada

Título para a AVPOWER I

Terceiro lugar para a GoBulling.com

 

A equipa que fechou o campeonato - Aires Azevedo, João Araújo, João Brito e Bruno Serra

 

Mercê dos vários eventos em que elementos do grupo estão envolvidos, tanto a equipa ASES/AVPOWER I como a ASES/AVPOWER II surgiram bastante “desfalcadas” na última prova do troféu.

A equipa principal, invencível até ao momento estava aparentemente tranquila dada a vantagem que dispunha na classificação do troféu, mas apesar de tudo encarava a sua presença com o brio e profissionalismo que caracteriza a presença dos ASES seja em que evento for.

Já a segunda equipa encarava mais esta presença como um ganhar de ritmo e experiência, pois a ausência nas duas primeiras provas lhes retirava qualquer pretensão que não fosse discutir o resultado da prova.

O objectivo desta equipa é sem dúvida a segunda edição do Aventura 2009.

Mas os ASES não vivem neste Aventura 2009 só de ASES/AVPOWER!

O grupo tem mais duas equipas compostas por pilotos que participam activamente nas provas por si organizadas – a VENTILNORTE e a GoBulling.com.

Nunca é demais salientar que os ASES são de longe os grandes dominadores deste importante troféu de empresas, pois venceram a primeira, a segunda e agora a quarta edição!

Nesta última, os ASES venceram TODAS as provas e em três delas fizeram primeiro e segundo. Sintomático…

 

João Brito não se deu bem com as afinações de carburação, mas ainda assim ajudou à festa do título

 

 

ASES/AVPOWER I

 

Como comecei por dizer, para esta prova a AVPOWER I surgiu aparentemente desfalcada, já que devido ao arranque do Challange Desafio Único, três dos seus pilotos titulares não puderam estar presente – Filipe Matias, Rui Almeida e Tiago Martinho.

Mas como no troféu dos ASES há muita matéria-prima, para além do titular Aires Azevedo a equipa fez-se representar pelo “mais caro” piloto suplente de todas as equipas presentes no Aventura – João Araújo. Foi buscar o pseudo-reformado João Brito (campeão no Aventura I e II) e aí sim, convidou um piloto que não faz parte dos Ases – Bruno Serra.

O objectivo para esta prova era garantir o título, mas mesmo assim a equipa ganhou duas mangas, fez uma pole e… terminou em segundo à frente de todos os principais adversários.

 

 

ASES/AVPOWER II

 

Apesar desta equipa praticamente não contar com pilotos titulares do grupo, também teve dificuldades em reunir elementos para esta prova.

Mas apesar de tudo, podemos dizer que a equipa foi composta por nomes de muito respeito e que poderiam incomodar os nossos adversários: Jorge Correia, o popular Rui Silva (PI-Racing), André Magalhães (o único ÁS presente na equipa) e ainda Ricardo Costa, todos pilotos com provas (mais que) dadas.

Infelizmente problemas vários, pouca experiência com o kart e naturalmente o desacompanhamento por parte dos pilotos titulares (que não estiveram presente) ditou um magro décimo-segundo lugar.

 

 

GoBulling.com

 

A GoBulling.com foi sem dúvida alguma a grande surpresa desta edição. Composta por pilotos pouco conhecidos fora do grupo, a equipa surpreendeu toda a gente (menos nós…) com vitórias em mangas e pódios à geral. Nesta prova a equipa terminou em quinto lugar, mas mais importante que isso, garantiu o terceiro lugar da classificação final.

 

 

Ventilnorte

 

Deixei propositadamente a Ventilnorte para o fim por duas razões:

Primeiro porque finalmente a equipa explodiu para um grande resultado ao alcançar a vitória nesta prova e segundo porque apesar disso, terá tido um sabor agridoce.

A equipa é composta não só pelo principal piloto dos Ases – Luís Vaz, como também por um conjunto de nomes que davam à partida garantias de lutar pelo título.

É certo que a equipa não foi muito feliz ao longo do campeonato, Vaz só vez duas provas, na terceira prova a equipa viu o motor gripar a meio do programa, aconteceu um pouco de tudo, mas a classificação ficou aquém do esperado.

De qualquer maneira, nesta prova a equipa tirou a barriga de misérias, ganhou por duas vezes e terminou em primeiro.

 

Finalmente a VENTILNORTE confirmou os seus pergaminhos ao vencer esta última ronda

 

A ASES/AVPOWER II apresentou 3 caras novas: O ÁS André Magalhães (ausente na imagem), o simpático Rui Silva da PI-Racing, Ricardo Costa e ainda Jorge Correia