por Paulo Mendes

 

 

27 MAIO 2008

 

WTCC Valência 17 Maio 2008

 

 

 

Estava eu muito descansado a trabalhar quando toca o telefone e qual o meu espanto quando dou conta que era o meu amigo Bombeiro nas horas vagas, comandante Paulo Gonçalves a desafiar-me para irmos ver o Tiago Monteiro a Valência.

Resumindo era tudo muito simples ida e volta de mota permanência em Valência nos dias das corridas e regresso a Portugal. Pois bem foi mais ou menos assim, quanto à viagem fizemos +/- 2400 km dos quais talvez 400 km de auto-estrada, escusado será dizer que quase todo o tempo que estivemos em Espanha choveu e de que maneira tendo sido batido o recorde de relâmpagos em 30 minutos (800), devo frisar que o tempo no regresso foi bastante pior, frio, chuva, granizo trovoada e nós sempre em estradas florestais (talvez a ira dos Deuses pelo resultado “imposto” ao nosso “colega”).

 

 

Vamos agora ao que interessa. Uma palavra de agradecimento ao José Guedes pela maneira como nos recebeu e proporcionou uma estada verdadeiramente fantástica. O José Guedes é o director da equipa do Tiago Monteiro. Passo a citar algumas das mordomias que o director nos proporcionou, acesso ao Paddock com direito a frequentar os dois pavilhões da Seat com almoço garantido e bebidas para o devido descanso entre corridas e para mim a mais emocionante de todas, ida à pista e fazer algumas voltas com o Tiago Monteiro.

 

 

Quanto as corridas, quem sou eu para julgar o Tiago mas uma coisa tenho a certeza temos piloto, temos equipa, temos vontade de vencer mas como não há bela sem senão falta-nos talvez alguém com algum peso que não permita aquilo que se passou e eu vi. Na primeira corrida o Tiago fruto de um carro mal equilibrado arrancou na 16ª posição da grelha mas rapidamente no fim da recta da meta estava em 9º mas na quinta curva um piloto da casa (Felix Porteiro) pôs o Tiago na terra regressando ao 12º lugar, mais a frente quando tentava ultrapassar o Thompson sem razão aparente este trava mais cedo fazendo com que se tocassem e no final da corrida o Tiago tivesse legado uma penalização sendo relegado na segunda corrida para o 18º da grelha. Segunda corrida, mais do mesmo, e com o “Sr. Thompson” a fazer talvez um pouco pior do que na primeira corrida, eu acho sinceramente que o Thompson queria travar amizade com o nosso Tiago e conseguiu – Amigos para sempre. Bem resta-me dizer que foi com agradável surpresa que vi a mulher e filha do Tiago no autódromo a apoia-lo e a bebe tem só alguns meses.

Como é normal também neste tipo de eventos nada como a presença feminina para alegrar o ambiente no Paddock. Espero não ter sido maçador pois o desafio que o nosso Presidente da Sade me fez, escrever 3 ou 4 linhas deu nisto. Queria ter feito um convite ao Tiago para aquando das suas férias e lhe fosse oportuno, vir privar um dia connosco numa corrida dos Ases mas como devem imaginar com um fim-de-semana tão cheio de emoções tal não foi possível. Quem sabe no futuro isso será possível. Saudações desportivas a todos,

Paulo Mendes.

 

 

Comenta esta notícia noFORUMdos ASES!!