por RUKYMAN

7 DE OUTUBRO 2006

Aventura Empresas 2006

ASES novamente no podium

 

AVENTURA EMPRESAS Prova 1 Prova 2
  Equipa Total SP RES SP RES
1 Baviera 25 10 8 5 2
2 Cavaleiros 23 5 0 10 8
3 Vertente 21 6 4 6 5
4 Ovar Kart 18 8 10 0 0
5 K Amigos 14 3 3 8 0
6 Mc Nally 11 2 1 2 6
7 Phenix 10 4 2 3 1
8 @Kart 10 0 6 4 0
9 Jocaci 10 0 0 0 10
10 Tremoceiros 7 1 5 1 0
11 Lynx Karting 4 0 0 0 4

 

Disputou-se na última quinta-feira a 2ª jornada do AVENTURA EMPRESAS 2006.

Os Ases Pelos Ares estiveram mais uma vez em destaque através da sua equipa VERTENTE Confecções/ASES, estando constantemente na linha da frente na luta pela vitória em todas as corridas.

De destacar a dedicação/paixão de toda a equipa do Parque Aventura do Vale do Sousa que montou uma estrutura muito profissional, oferecendo às equipas condições ao nível de equipas profissionais.

Nota-se um grande esforço em melhorar de prova para prova e de oferecer um serviço cada vez melhor.

Naturalmente que existem coisas a rever, como sendo o trabalho dos comissários de pista.

Não é possível que a responsabilidade de penalizar ou advertir os pilotos se centre numa só pessoa, pois essa não tem capacidade para ver tudo o que se passa em pista.

Os comissários não devem estar em pista só para mostrar as bandeiras. Devem estar atentos a tudo o que se passa no seu sector de intervenção e relatar ao comissário chefe, para que este actue.

Existem também questões regulamentares que devem ser revistas.

Se este troféu é muito engraçado e diferente por conjugar corridas sprint com uma corrida de resistência, esta última em particular não deixa de ser uma corrida de resistência.

Naturalmente que é mais fácil para os promotores do evento controlar só quem anda e libertar-se da complexidade que é gerir quanto se anda.

Neste particular, a organização deveria “copiar” o que de melhor se faz nesta matéria no kart português. Não há mal nenhum nisso, bem pelo contrário!

Relativamente às corridas propriamente ditas, a nossa equipa conseguiu superar as várias adversidades (e não foram poucas) porque passou.

1ª MANGA - Desta vez, foi o Filipe Matias que participou em primeiro lugar e contava com adversários de peso na sua manga.

Ainda assim foi o mais rápido nos treinos.

Na corrida começou por liderar durante grande parte do tempo, mas acabou ultrapassado por Vítor Abreu e Tozé Ferreira.

A duas voltas do fim foi atirado para a relva por um adversário e só o facto de trazerem já algum avanço lhe permitiu terminar em quinto.

No final, o piloto prevaricador pediu desculpas pelo exagero, mas saindo da relva ao mesmo tempo que o Filipe, não foi capaz de lhe ceder passagem, terminando na nossa frente.

2ª MANGA - Seguidamente foi a vez deste escriba que mais uma vez teve uma prova muito esforçada.

Quarto nos treinos, um bom arranque a colocar-me no terceiro lugar e depois uma luta constante na defesa por essa posição.

Não consegui resistir ao piloto da @Kart e terminei como comecei – quarto lugar. De destacar que o vencedor foi o Luís Vaz.

3ª MANGA - O terceiro a ir para a pista foi o João Brito.

Nos treinos, o João não conseguiu adaptar-se rapidamente ao kart e fez nono.

Na corrida, o piloto da M.Coutinho com a alcunha de “Mex” deu início ao seu festival de asneiras e de um comportamento em pista durante o dia todo que não está à altura de um piloto com as suas responsabilidades.

Na curva do Bar gerou a confusão e isso acabou por beneficiar o João que saltou para o sétimo lugar.

Depois ultrapassou dois adversários e instalou-se no quinto lugar que deveria ser o seu lugar até ao fim.

Não pensou da mesma forma o Victor Ramos da equipa Lynx Karting que numa manobra bastante optimista atirou o João para a relva. Mais uma vez valeu-nos o avanço que já dispunha para conseguir terminar no oitavo lugar…

No final os dois pilotos conversaram, o Victor penitenciou-se, mas o que é certo é que a nossa equipa perdia pela segunda vez no programa, preciosos pontos.

E os comissários preocupados a ver as falsas partidas…

4ª MANGA - Finalmente o Aires Azevedo fez oitavo nos treinos.

Mais uma vez, um piloto a gerar confusão e principalmente a não saber as mais elementares regras de presença em pista.

Não deixa de ser curioso que os pilotos envolvidos vestiam todos fatos iguais provenientes do troféu Peugeot de ralis…

Desta vez e após vários despistes, o piloto em causa viu-se na contingência de ser dobrado (numa corrida de 12 voltas!) e em vez de dar passagem começou a discutir travagens e posições com o quarteto que liderava a prova.

Para além de ter prejudicado alguns desses pilotos, não houve um único comissário que lhe mostrasse uma bandeira…

Com isto, o Aires que por mérito chegou ao sexto lugar, acabou por terminar em quinto.

Feitas as contas, os Cavaleiros acabaram por vencer o conjunto de provas matinais, seguidos da K Amigos e …dos Ases.

Para a tarde estávamos esperançados num resultado melhor do que há um mês atrás.

Tudo estava a correr bem, mas não tivemos sorte na primeira troca de pilotos, pois duas voltas depois, entrou o pace-kart.

Mesmo assim decidimos fazer entrar o nosso piloto para reabastecer, mas acabamos por cair para o décimo-quinto lugar.

A recuperação foi muito lenta, mas progressiva.

O Aires levou o kart até ao nono lugar e aqui o escriba chegou ao sexto lugar.

Quando entrou novamente o pace-kart para a segunda entrada prevista pelo regulamento, foi a altura que os acontecimentos se viraram a nosso favor.

Desta vez tudo nos correu bem, entramos para a boxe no momento certo e recolocamo-nos na luta pelos pontos.

Com a junção do grupo, o Filipe subiu até onde lhe foi possível, ou seja até ao quarto lugar final.

A equipa está melhor, mais adaptada e afinada e só precisamos daquela pontinha de sorte para em definitivo lançarmos a nossa candidatura à vitória final.

Estávamos em terceiro e após esta prova continuamos em terceiro.

Fomos a segunda equipa mais pontuada, mas os nossos vizinhos Cavaleiros através da sua equipa principal, conseguiram muitos pontos.

Ainda assim, estamos mais perto da liderança que continua a pertencer à Baviera/Castrol.

 

MAIS Fotos

 

Não te esqueças de comentar a prova no FÓRUM dos ASES!!

Todos os resultados em...

 

A equipa JOCACI venceu a prova de resistência de 3 horas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O conhecido "Tozé" Ferreira regressou da Lua de Mel cheio de energia...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O piloto da M.Coutinho, "MEX" a gerar a confusão...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Desculpa lá o «toquezinho». Pensei que dava para passar mas afinal... não deu!"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O intervalo para almoço da para tudo.

Enquanto "Tozé" Ferreira fala das praias desertas, a equipa Lynx tenta recuperar das poucas horas de sono...