por RUKYMAN

22 DE MAIO 2007

Grande Prémio de Baltar I

Três corridas, três vencedores e Domingos Machado mais primeiro.

 

Trinta pilotos responderam à chamada para a 3ª prova do troféu dos ASES 2007.

Num dia de muito calor alguns ASES aproveitaram o facto de o troféu regressar a Baltar sete anos depois para também eles virem matar saudades das corridas, do grupo e do bonito traçado de Paredes.

Foi o caso de Luís Carvalho e Jorge Aguiar que não corriam desde 2004 e também Paulo Saraiva ausente (pelo menos) das nossas provas desde 2005.

Esta prova também marcou a estreia no grupo de mais três pilotos que mostraram argumentos, senão vejamos.

David Gomes foi o mais feliz, pois venceu e dessa forma juntou-se ao restrito grupo de pilotos que venceram na estreia!

Eurico da Fonseca não foi menos feliz, porque também ele subiu ao podium, embora ao lugar mais baixo.

Paulo Sampaio apesar de bons apontamentos, não foi tão feliz.

Para a primeira corrida e no que toca aos líderes do troféu, Domingos Machado foi o mais expedito nos treinos, em contraponto com Rui Almeida e Luís Vaz.

Já na corrida seria Rui Almeida a conseguir o melhor resultado (terceiro), enquanto que Luís Vaz a contas com problemas de carburação fazia ainda pior que nos treinos.

Quanto aos protagonistas da corrida, Jorge Meireles prometeu bastante para a vitória, mas ficou-se pela repetição do seu melhor resultado nos ASES – segundo. Ainda assim, obteve a sua primeira melhor volta em corrida.

O grande vencedor foi o “estreante” David Gomes que também obteve a pole-position.

Na segunda corrida, Luís Cunha esteve impávido e sereno, não dando hipóteses a ninguém. Venceu e foi sempre o mais rápido.

Jorge Aguiar depois de recordar na primeira corrida como se conduz um kart, começou por secundar Cunha nos treinos e corrida, mas acabaria por se desentender com António Rosa e dessa forma acabou somente em décimo.

Quem beneficiou foi Pedro Vidinha que começou nesta corrida a obtenção de um bom resultado de conjunto.

De referir ainda Eurico da Fonseca que fez uma brilhante recuperação dos últimos lugares até quarto.

Para a terceira e última corrida do programa juntavam-se em pista Domingos Machado e Luís Vaz.

Tal como Luís Cunha, Domingos Machado não deu hipóteses e cumpriu a tradição deste ano, ou seja, vencer pelo menos uma das suas corridas do programa.

Quem o secundou muito bem nos treinos e o seguiu que nem uma sombra em corrida foi Pedro Vidinha que começa a afirmar-se cada vez mais neste troféu.

Depois da brilhante recuperação na segunda corrida, desta vez Eurico da Fonseca acabou mesmo por subir ao podium, concluindo da melhor forma a sua estreia entre os Ases.

 

 

 

 

 

 

                                             

Corrida I

                                       Corrida II

 

Corrida III

 

 

                                      

 

Comenta a prova noFORUMdos ASES!!

_________________________________________________________________________________________